Problemas de Coluna: Cuidado ao manusear cargas

        O manuseio de cargas (levantar, abaixar, empurrar, puxar, carregar, segurar e arrastar) geralmente envolve bastante esforço eestático e dinâmico, o suficiente para ser classificado como trabalho pesado. 
          Ao longo de mais de uma década trabalhando em hospitais, percebi que o principal problema destas formas de trabalho, no entanto, não é a carga sobre os músculos, mas sobretudo o desgaste da coluna, especialmente  nos discos intevertebrais da região lombar com o crescente risco de distúrbios como hérnia de disco, espondiloartrose, etc.
         Os problemas de coluna podem ser dolorosos e reduzir a mobilidade e a vitalidade de uma pessoa. Eles geralmente arcarretam ausência do trabalho e hoje estão entre as causas mais importante de invalidez prematura. Eles são bastante comuns no grupo etário de20 a 40 anos de algumas profissões (Técnicos de enfermagem, maqueiros, enfermeiros, trabalhadores de serviços pesados, agricultores, etc).

Recomendações práticas

Seguem algumas recomendações para sua prevenção, o objetivo é alertá-lo sobre posturas inadequadas antes que as lesões aconteçam.

​1.  Segure a carga e levante com as costas retas e os joelhos dobrados.      

My Image
My Image
My Image

       Tenho enfatizado em minhas palestras e treinamentos que a coluna vertebral, no nível do tórax e do sacro, tem uma curva  chamada cifose e, nas regiões cervical e lombar, uma curva chamada lordose. Essa construção dá à coluna vertebral a elasticidade para absorver choques  de uma corrida e um pulo. A carga na coluna vertebral aumenta do pescoço para baixo e é maior na região das cinco vértebras lombares.

       Se adegeneração dos discos progredir, quelquer força de compressão súbita pode espremer a massa viscosa no interior do disco para fora, por alguma ruptura dos anéis fibrosos e, exercer pressão na medula espinal e ou nos nervos espinais. É o que ocorre na imagem abaixo:

2. Segure a carga o mais próximo possível do corpo, mantendo a carga sempre que possível, entre os joelhos e com uma boa colocação dos pés.

3. Se a carga não tem alças, amarre uma corda em torno da carga e use cintas ou ganchos.
4. Evite movimentos de rotação o torçao do tronco quando levantar o abaixar uma carga.
​5. Tente, sempre que possível, usar um elemento mecânico tal como um carrinho, uma rampa ou similar.
6. Tente empurrar e puxar, em vez de levantar e abaixar. Geralmente, uma esteira pode ser usada para tornar o ato de empurrar ou puxar mais fácil.  

Como vocês podem reparar, o núcleo pulposo já foi expulso e está pressionando a medula espinal, ocasionando muitas dores e incapacidade física nesse trabalhador!

"Investir em prevenção é muito melhor se comparado aos custos com tratamento"

                 Até o próximo artigo!!!

Alberto Souza