Rir é o melhor remédio

        Sorrir é uma expressão humana inata. Crianças surdas sorriem. Crianças cegas sorriem. Crianças de todas as culturas sorriem. O primeiro sorriso costuma acontecer pouco depois de o bebê completar o primeiro mês de vida.
         O médico William Fry Jr., ou "Doutor Humor", dedicou mais de trinta anos de pesquisas ás propriedades terapêuticas potenciais do humor, do riso e do ânimo. Declarou em uma entrevista que deu em 1991: "O humor transforma as pessoas. E o efeito não pára na garganta... a alegria mexe como o corpo todo, tanto no aspecto físico quanto no biológico. 
​        Primeiro, quando sentimos alegria, nosso corpo é movimentado e exercitado. Depois, relaxa e se tranquiliza. O efeito é tão profundo que a reação ao riso é comumente chamada de "massagem interna." Embora não cure a dor, o riso pode evidentemente ajudar a diminuí-la. Pesquisas recentes demostraram que  uma boa gargalhada ajuda a liberar dois tipos de neropeptídeos: As endorfinas e as encefalinas. Ambas são conhecidas como  agentes naturais de redição da dor. Além disso, "emoções negativas" como a raiva constante, muita ansiedade e estresse podem acelerar os batimentos cardíacos e fazer subir  a pressão arterial a níveis muitas vezes fatais.
        Por mais de uma década trabalhando em hospitais como fisioterapeuta intensivista e atuando como professor,  aprendi que o bom humor contagia! Quantas vezes, quase sempre, sorri com meus pacientes e em minhas aulas, procuro fazer de um conteúdo complexo, algo de fácil entendimento. O riso é um tipo de contágio positivo e que causa dependência. Quando alguém começa, é difícil parar... O riso e uma linguagem. As pessoas logo te perguntam: "Aconteceu alguma coisa?" ou "Você está triste?" Quando rimos mostramos às pessoas um pouco sobre quem somos, onde estamos, o que pensamos, e como nos sentimos. Nossa risada descreve nossa personalidade. O poeta alemão Goethe Registrou isso muito bem: "O caráter de um homem pode ser claramente percebido pelo que ele demostra achar engraçado."
      Todos nós queremos nos relacionar com pessoas bem humoradas. Seja na faculdade, no comércio, no hospital, enfim,  o riso é um dos melhores combustíveis para manter longos relacionamentos. Muitas amizades se estabelecem e se fortificam com o riso. Quem não tem um amigo engraçado? Não é mesmo? Sua presença alegra o ambiente, R. Holdem disse um dia que "Ter um amigo engraçado compensa todas as dificuldades e obstáculos da vida."
        A ausência de alegria no ambiente de trabalho pode ter consequências negativas para uma empresa. A falta de humor deixa todos mais suscetíveis a dificuldades. Já o bom humor cria um ambiente em que o estresse negativo pode ser percebido, combatico e devidamente eliminado.
      A psicologia do humor reconhece o riso como um elemento natural e poderoso na diminuição do estresse, que pode ajudar as pessoas a relaxar e a pensar de maneira mais positiva. No ambiente de trabalho, o humor pode ser utilizado para criar um triângulo feliz: Pensamentos, pessoas e resultados felizes.
      Finalizando, deixo uma experiência. Certo dia atendi um senhor de 83 anos de idade, super bem humorado, tinha tudo para estar chateado, triste pois estava no hospital tratando uma enfermidade grave. Se auto entitulou "Robertinho do Samba", conhecia tudo sobre samba, nos contou com brilho nos olhos que tocava cavaquinho e já viajou muito fazendo shows. Então, aproveitamos e fizemos daquele momento de atendimento algo que era de extremo valor para ele, o samba... Ele cantou e alegrou a todos os outros pacientes que estavam na enfermaria!!! 
        E aí? O que você está esperando o que para começar a sorrir???? rs



















​Um abraço,
​Alberto Souza
​         
  


My Image